5 dicas infalíveis para a adaptação escolar

5 dicas infalíveis para a adaptação escolar

19 Dezembro 2019

Um novo universo se abre aos pequenos com a chegada na educação infantil. Com isso chegam os medos, as inseguranças e as ansiedades. Como amenizar os efeitos da mudança?

 

A adaptação acontece em vários momentos nas nossas vidas, mas uma das mais importantes é a entrada da criança no ambiente educacional. Na educação infantil tudo é mais intenso. Os sentimentos nascidos na mudança se apresentam de forma amplificada.

 

Ao serem forçadas a saírem da sua zona de conforto, as crianças se deparam com um ambiente coletivo com regras novas, são incentivadas a participar de atividades diferentes e passam a conviver com adultos e crianças inicialmente estranhos. Desta forma, a escola e os profissionais devem estar prontos para receber as crianças e proporcionar toda a atenção até a adaptação ser concluída.

 

Mas como devemos nos preparar? Muitas são as dúvidas quando o assunto é adaptação. Por isso, separei algumas dicas que vão facilitar o processo de adaptação na escola:

 

1) Estabeleça vínculo com a família

 

A família tem um papel essencial na adaptação das crianças. A primeira dica é planejar as ações que deverão ser realizadas com os pais antes de iniciar as aulas. Por exemplo: faça uma entrevista com a família; e com as informações coletadas construa uma ficha detalhada sobre a criança. Desta forma, além de estabelecer um vínculo com a família, você irá deixá-la segura e tranquila ao saber que seus filhos estão bem na escola.

 

2) Recepção afetuosa

 

Mostre interesse e converse com a criança, sem retirar ela do colo da mãe. Espere que a mãe faça a ação de entregá-la. Assim, aos poucos você consegue desenvolver uma aproximação e uma relação de confiança.

Nos primeiros dias, o ideal é que a mesma pessoa a receba. Vá mudando aos poucos para que a criança perceba que a escola é um espaço coletivo.

 

3) Prepare os pais

 

Os familiares devem estar preparados para levar as crianças e deixá-las sozinhas, sempre passando a sensação de segurança, pois o contrário pode prejudicar a adaptação e ocasionar falha de aprendizado.

 

A partir dos dois anos e meio, os pais podem explicar esse novo momento para as crianças e esclarecer dúvidas, assim eles se sentem mais confortáveis.

 

Outra dica valiosa: compartilhe com os pais como foi o dia da criança em sala de aula, sua relação com os colegas e as dificuldades que ela apresentou.

 

4) Planeje as atividades para o período de adaptação

 

O indicado é que as atividades sejam planejadas de acordo com a faixa etária. Além disso, elas precisam levar em consideração as informações coletadas em entrevista com os pais.

 

Desenvolva atividades simples, o importante é que não sejam muito diferentes das que irão fazer parte do dia a dia da criança ao longo do ano, para evitar frustrações.

 

 

5) Atualize-se sempre

 

Por mais experiência que você tenha como educador, sempre pode aparecer uma nova situação. As épocas mudam e as formas como somos educados também. Por isso, é imprescindível estar em constante aprendizado para acompanhar as novas exigências e os desafios.

 

Você pode perceber que a adaptação na educação infantil deve ser feita com um trabalho em conjunto entre família e profissionais da educação. Somente desta forma a criança se sentirá confiante para frequentar o espaço.

 

Quer conhecer mais sobre processos de adaptação e transformar as suas aulas com técnicas práticas de neuroaprendizagem?

Conheça nosso canal no YouTube

imagem-youtube